domingo, 31 de janeiro de 2010

Reino de Gabu

Os Mandingas invadiram a Guiné-Bissau e fundaram o reino de Gabú (conhecido por império de Kansalá), vassalo do império do Mali no século 15.




O reino de Gabu (também conhecido por Kaabu, Ngabou ou N’Gabu) foi um reino mandinga que existiu entre 1537 e 1867 na região da Senegâmbia (centrado no actual nordeste da Guiné-Bissau mas estendendo-se à Casamança, no Senegal) que deveu a sua ascensão na região graças à sua origens como antiga província do império mali.

Após o declínio do império mali, Gabu tornou-se num reino independente.

Fonte: Wikipédia

2 comentários:

  1. Felicito pelo grande esforço de chegar a este ponto nas suas investigações, mas é lembrar que o Kaabu nunca pagou impostos ao Mali, porque o Mali nunca chegou de ser império.
    Mali foi no meu ponto de vista uma confederação de dois reinos vassalos ( reino de Dó e Kri, que são dois primos irmãos que formaram aquela confederação que Djidius mande mas tarde vieram a chamar de império de Mali. Fico por aqui, a justificação de Mali não ser império não será possível nesse comentários.
    Muito obrigado pela atenção!
    Gostaria muito de poder colaborar.
    Sou Zeca Cá
    Jornalista da Rádio Jovem na Guiné-Bissau
    Contactos
    002455338283
    zenassicky2001@hotmail.com

    ResponderExcluir